sábado, 6 de outubro de 2012

Casamento à troca

Fui convidada para um casamento aqui há uns tempos e pensei: "E agora, como faço com a prenda, sendo que vivo de trocas?" O segundo pensamento, que disse verbalmente à noiva, foi: "Ok, eu vou ao teu casamento mas não como, ok?"  Toda a gente sabe como fazer um casamento nos dias de hoje é caro! Bem, claro que é caro se quisermos fazer os casamentos que geralmente se fazem. 

Eu casei-me duas vezes. O primeiro, fiz tudo certinho direitinho, com direito a igreja, copo d'água o dia todo e tal e gastei uma pipa de massa. O segundo fiz tudo trocadinho... Eu explico! Foi um casamento ao ar livre, que apenas se gastou 3€ por pessoa no aluguer do espaço, que era um espaço destinado às actividades dos escuteiros. Depois eu, o meu noivo e os meus amigos estivemos 3 dias a organizar o espaço: as decorações do altar, das mesas, da zona da fogueira, das danças celtas, do churrasco, da tenda da shisha com jogos sociais, zona das crianças e tal... Tudo foi organizado por todos os convidados. Cada convidado contribuiu com o que tinha: uns fizeram o design e decoração, outros fizeram as estruturas com troncos e cordas, outros deram tecido de uma fábrica de pijamas que tinha falido de um dos familiares, outros levaram comida, outros fizeram teatro, outros cantaram fado, outros tiraram as fotos, outros fizeram as filmagens, outros tocaram e cantaram, outros fizeram os bolos de casamento (porque tivemos 10 bolos... e não 1... e até podiam ter sido 11... eheheh), outros tomaram conta das crianças, outros trabalharam que se fartaram na cozinha, outros fizeram o lume da fogueira e tocaram viola pela noite fora... A ideia é que as prendas fossem essas contribuições! Posso dizer que foi um casamento à troca, não? Às tantas foi a minha primeira troca!! :)

Até o meu vestido de noiva foi à troca: a mãe de uma amiga fez a parte da costura, uma amiga pintou-me o vestido e todos os meus amigos decoraram ao seu estilo uma margarida para eu colocar no meu vestido de recordação! Foi muito lindo! 

Bem, mas nem todos os casamentos são assim à troca, como o meu foi, né verdade? E a parte do copo d'água tem de ser pago e enfim há uma data de coisas que são precisas! Assim sendo, propus à noiva fazer as lembranças ou maquilhá-la para o grande dia. Já tenho maquilhado muitas noivas, porque fiz um cursito de maquilhagem e também tenho algum treino devido à quantidade de gente que maquilhei no teatro, por isso, é uma coisa que estou à vontade de fazer e adoro! :) E assim foi, a minha prenda foi um serviço meu! 

Contudo, queria dar algo que ficasse para a posterioridade e então uma amiga minha, pintora, disponibilizou-se para trocar um quadro dela comigo, para oferecer aos noivos! Fiquei maravilhada!!! E olhem lá que lindo é o trabalho dela: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1262459202150.2040565.1249816993&type=3 O atelier dela chama-se EnraizArte!!! Muito bom!

E assim foi o meu dia... lá fui ao casamento... um casamento que também posso dizer que foi às trocas, hém? Fantástico, né?

E aqui fica uma musiquinha, daquelas da praxe que me fartei lá de dançar... http://www.youtube.com/watch?v=ZBR2G-iI3-I


2 comentários:

  1. Grande ideia, quem me dera ter amigos assim que realmente quisessem contribuir para um casamento assim. Penso que a ideia é genial e sobretudo económica. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se são amigos... são assim! :)
      E sim... foi fantástico! <3

      Eliminar

Obrigada pelo seu contacto! Responderei o mais breve possível.