segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Bilhete de cinema trocado por 840€!

Vou começando a perceber onde é que eu ia gastando o meu dinheiro antigamente... ora bem, por exemplo no mês de Agosto, em que as minhas férias foram passadas a não fazer nada de nada de útil, focando-me apenas em dormir, alguns jantares com os amigos e idas ao cinema (fui ver uns 15 ou 20 filmes... sem exagero), pelas minhas contas só nas idas ao cinema, e fazendo a conta a 15 filmes em média, gastei nada mais nada menos do que 675€....

Eu explico:
Ora, partindo do príncipio que cada ida ao cinema era composta pelo o que abaixo descrevo, depreendo que cada vez que ia ao cinema gastava (sem contar com o gasóleo) a módica quantia de 45€:
- parqueamento: 2 euros (mínimo)
- jantar na Go Natural (que adoro, porque adoro o sushi deles com creme de queijo e a sobremesa de frutos silvestres ou maracujá): 15 euros
- gomas e chocolates na Hussel: 5 euros
- pipocas e uma água: 5 euros
- uns brincos ou um verniz ou um cd (no tempo em que fazia tempo para esperar pela sessão): 10 euros (mínimo)
- bilhete de cinema: 7,5 euros

Voilá... descoberta fantástica a minha: o shopping é a maior tentação do mundo e arredores, para o consumismo e para acabarmos com os euros na carteira, principalmente se a carteira for feminina e pertencer a uma dona muito gulosa.

Assim sendo, concluo que o shopping é o primeiro causador da depressão em Portugal, porque se o frequentamos e compramos o que gostamos (que é quase tudo) ficamos deprimidas porque ficamos com menos dinheiro, mas se não compramos, ficamos deprimidas por só termos ido olhar! Conclusão: percebo agora porque há tanta gente deprimida! Só não consigo perceber como é que em tempo de "crise económica" abrem tantos shoppings ENORMES com tanta loja repetida e mesmo assim se mantêm... Lembro-me por ex. do shopping aqui da linha de Sintra, o Fórum Sintra, que tem no mínimo uns 3 ou 4 do género nas redondezas, com a mesma tipologia de lojas e mesmo assim continua aberto e com gente a frequentá-lo... pois... não percebo!

Mas perguntam vocês, como consegui eu um bilhete de cinema, às trocas?! Pois bem, troquei os meus belos pontos da BP! Um bilhete de cinema vale 600 pontos... SEISCENTOSSSSSSSSSSSSSS!!!! É um abuso, ora se cada ponto equivale a um litro de gasóleo e se um litro custa aproximadamente 1,4€, o meu bilhete de cinema ficou aproximadamente no valor de 840€! (Deve ter etiqueta de marca Louis Vitton, no mínimo! Eehehehehe). É a vida, se quero manter a vida "moderna" tenho de fazer trocas ousadas! :)

P.S. A propósito, o filme que fui ver foi mesmo para descomprimir da "resma" de trabalho que tenho tido, chamava-se "Ano novo, vida nova" e posso dizer que é basicamente a versão reveillon do "Amor acontece". Moral da história: o amor é a esperança de um novo ano!*

1 comentário:

  1. Não estava com muita fé para ver esse filme! Aconselhas? :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu contacto! Responderei o mais breve possível.